Capital simbólico cibernético e o e-commerce de reputações

Capa do álbum “ʅ͡͡͡͡͡͡͡͡͡͡͡​(​ƟӨ​)​ʃ͡͡͡͡͡͡͡͡͡͡ ꐑ​(​ཀ ඊູ ఠీੂ೧ູ࿃ूੂ✧ළඕั࿃ूੂ࿃ूੂੂ࿃ूੂළඕั✧ı̴̴̡ ̡̡͡​|​̲̲̲͡ ̲̲̲͡͡π̲̲͡͡ ɵੂ≢࿃ूੂ೧ູఠీੂ ඊູཀ ꐑ​(​ʅ͡͡͡͡͡͡͡͡͡͡͡​(​ƟӨ​)​ʃ͡͡͡͡͡͡͡͡͡͡”, creditada a ლ༽இ•̛)ྀ◞ ༎ຶ ༽ৣৢ؞ৢ؞ؖ ꉺლ. Imagem retirada daqui.

Onde está o texto que estava aqui?

Esse link abrigava, até dia 6 de abril de 2022, um textão com mais de 15.000 palavras, o que dava mais ou menos uma hora de leitura.

Mas este texto não está mais aqui porque agora está em outro lugar. Mais especificamente, em um formato físico porque fui convidado pela Editora Casatrês para publicar este material.

Você pode clicar aqui para mais informações e para comprar o seu, lembrando que eles entregam para todo o Brasil:

Aposto que vai ficar bonito na estante.

--

--